Compartilhe o Blog CLIRC com seus amigos

sábado, 13 de agosto de 2011

Poetamigos


Irmãos de bom coração:
Sangue do meu sangue,
Carne de minha carne.
Não abandonem nossa matriarca fenomenal,
Pilar dos versos que nos tornam todos iguais.
Voltem ao ventre que nos reuniu em prosa e verso,
Em antologias poéticas angelicais.
Porto seguro de nossa eternidade mortal,
Rimai as palavras e entorná-las nas linhas vazias;
Deixando-as por fim, caminharem sozinhas...
Inspirar-vos!
Compor-vos!
Declamar-vos!
“Amar-vos uns aos outros...”
Pois apenas UM nos amou sem igual!
Vossa presença mantém viva nossa razão de existir,
Vossa palavra ativa sustenta nossa alma lírica.
Centro Literário de um?
Não vence os séculos do porvir.
Mas o sopro de cada um de nós,
Rejuvenesce nosso espírito infinitamente,
Ad eterno!

David Lorenzon Ferreira

Imagem disponível em: http://www.recantodasletras.com.br/image.php?userid=84317&imageid=630643.jpg&maxw=495&maxh=660

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nós do CLIRC ficamos felizes e assim agradecemos por seu comentário!
Volte sempre que puder!
Obrigado!

Quem já passou por aqui