Compartilhe o Blog CLIRC com seus amigos

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Livros


sábado, 24 de outubro de 2009

Meu problema



Quando gira o mundo,
Minha memória vai ao fundo
De meu pensamento.
Mas, na hora da festa,
A dor protesta.
Preciso ser honesta:
Comemoro a vitória
Do meu sentimento,
Pois só assim lhe falo direto
Na canção!
Há uma saída em cada porta,
Em cada vão.
É essa minha história.
É esse meu problema!
No meu dia a dia
Desejo viver esse sonho bom!
Nesse meu dilema
A minha dor
A você proclamo!
Sai um grito rouco,
Quase mudo e louco
Quando digo: Te amo!

Maria de Lourdes França


Imagem disponível em: http://files.myopera.com/naninha/blog/eros%20e%20psiquecircuito.jpg

Borboleta Azul!



No exterior, capa grossa, deformada
Revela inércia, pouca agitação,
Tal qual uma redoma, alicerçada
Por sólido respaldo da estação.

No interior, vive plácida e amparada
Feliz lagarta em plena formação,
Que espera calma, curta caminhada,
Prevê momentos bons de gestação.

Ação de Deus, real apoteose,
Milagre sem igual: metamorfose,
Do casulo a lagarta se desliga.

Devagar, linda borboleta azul,
Levanta vôo e segue rumo ao sul.
Um novo ser agora o mundo abriga.

Leda Coletti


Imagem disponível em: http://www.imotion.com.br/imagens/data/media/24/3014borboleta.jpg

terça-feira, 20 de outubro de 2009

HOJE É DIA INTERNACIONAL DO POETA




PARABÉNS A TODOS OS POETAS DO CLIRC!

Pedacinho de Céu


A casa inteira, à beira da água,
Um coqueiro gigante, subindo aos ceus.
Ao longe as montanhas, parecendo nevadas,
Sobre a casa o sapê, como chapéu!

E eu,ali admirando calada,
O lago azul que refletia a casa,
O silencio silente que envolvia o lugar.

Nenhum som, presença alguma de meninada,
Na casa cor de rosa,
De janelas azuis adornada,
Em meio ao espetaculo da natureza,
Só, sozinha ao léu!

De outro angulo, a magestosa montanha,
Se alinha à curva que o rio azul faz.
De um lado, um bambual que das entranhas,
Da terra brota, e sobe, tambem endereçado ao céu!

Na outra margem, um pedaço de terra,
Forma um V(vê), e parece esperar,
Por alguem para iniciar a pesca,
Por algum pescador, que eu não encontro para observar!

Olhando melhor vejo duas entradas,
Ou duas saídas talvez...
Esta casa não parece abandonada,
É certamente um cantinho, um espaço, calada,
De alguem muito feliz, criador de mais um céu para se ver!!!

Maria da Gloria da Paixão Lazaroni

Imagem disponível em: http://www.overmundo.com.br/_banco/multiplas/1240360011_ceu.jpg

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

CLIRC - Centro Literário Rio Claro

CLIRC, Centro Literário Rio Claro, é uma entidade, sediada em Rio Claro/SP, mas de âmbito regional, que reúne pessoas de qualquer idade, sexo, raça, instrução, ideologia política, religião, etc... Que gostam de escrever! Aliás, essa é a única “exigência” para se integrar ao CLIRC: gostar de escrever.

É uma associação que abriga pessoas dos mais diversos estilos e tendências devido à heterogeneidade de seus participantes.

O objetivo do CLIRC é valorizar o trabalho do poeta e do escritor, aceitando, espontaneamente, o novo e o diferente, sem idéias pré-concebidas. Ninguém precisa se amoldar a ninguém. Respeitamos a individualidade de cada um. Aprendemos uns com os outros. Há uma troca de experiências onde todos aprendem numa simbiose inadvertida.

Em suas reuniões, lêem seus textos, recebem opiniões. Também há oficinas de poética, gramática e literatura para quem deseja aprimorar-se mais. Falamos dos grandes mestres da literatura, das melhores leituras, até cada um conseguir seu próprio estilo, ou mesmo, se tornar um estilo.

Alguns se comportam como verdadeiros historiadores da vida, enquanto outros se lançam pelos campos da fantasia sem os freios da veracidade.

Se, de um lado, temos os letrados mais experientes, por outro, temos jovens que são criaturas profundamente evoluídas e significativamente inteligentes. Sua criatividade faz despontar talentos locais e regionais que mostram a pujança de seus momentos intuitivos e instrutivos. São poemas e textos que nascem da alma de alguém que trilha o rumo certo, por onde deveria marchar toda a nossa juventude.

É com prazer imenso que constatamos que no CLIRC há poetas e escritores, de estilos diversos, que sabem como ninguém, retratar interiores e sentimentos infinitos. Muitos deles receberam prêmios em Concursos de Academias Literárias, levando o nome de Rio Claro para outros estados e, até, internacionalmente. Talentos escondidos, premiados que, no entanto, ficam ocultos da mídia, restritos ao grupo clirqueano. Nada mais justo que enaltecê-los, de fazê-los conhecidos de todos para orgulho regional. Também, muitos já têm seus “e-books”, circulando pelo mundo, através da Internet.

Este site tem por objetivo oferecer aos clirqueanos a oportunidade de divulgarem seus trabalhos literários, buscando enriquecer a leitura do público interessado.

O CLIRC, pela persistência de sua diretoria e de seus participantes, abre as portas e escancara as janelas de seus corações, deixando que suas almas voem com as asas da imaginação e ofereçam, com suas Antologias, uma amostra do resultado dessa mescla de mentes privilegiadas que fizeram parceria entre si.

Profª. Maria de Lourdes França


Poeta e escritora do Centro Literário Rio Claro
Quem já passou por aqui